Startup de Hong Kong é a grande vencedora do Digital Democracy Challenge - MenosFios
Logotipo oficial do MenosFios

Na princípio dessa semana teve fim o Digital Democracy Challenge, um hackathon virtual de 72 horas e afecto ao Seedstars, e que reúne consigo entusiastas de tecnologia ao redor do mundo, com o objectivo de criarem soluções para fortalecer a democracia, de acordo com um comunicado que chegou a nossa redacção.

A startup Divao, oriunda de  Hong Kong, foi a grande vencedora do evento.

De acordo com os criadores do evento, esse hackathon foi criado para dar resposta aos níveis muito baixos de democracia sentido em vários países, tendo como exemplo as situações actuais em Hong Kong e no Afeganistão.

Startup de Hong Kong, Divao, foi a grande vencedora do Digital Democracy Challenge

A startup vencedora, Divao e que recebeu como prémio 10 mil dólares, é um projecto tecnológico que envolve a criação de um blockchain privado para permitir que os moradores de um bairro encontrem, ofereçam e troquem serviços, bens e outros valores comunitários, como espaços. O referido projecto fornece uma plataforma para fazer crescer uma comunidade local de forma descentralizada.

MAIS: Sócia, a representar angola, compete por um lugar na final regional do Seedstars World 2020/21

Em segundo lugar ficou a startup nigeriana SafeNow, que é uma aplicação móvel que visa ampliar o apelo à segurança das famílias, amigos e nações democráticas em geral. Pelo 2° lugar conquistado, o SafeNow recebeu 8 mil dólares.

E para terminar o Top 3 dos vencedores, ficou o Crowd Journal, startup do Quénia. Crowd Journal é uma plataforma digital que amplifica vozes menos ouvidas nos meios de comunicação tradicionais, facilitando o jornalismo participativo. Com a plataforma,  testemunhas oculares de todo o mundo podem publicar as suas experiências, dando voz a histórias que de outra forma seriam evitadas pelos meios de comunicação. Pelo lugar conquistado, o Crowd Journal recebeu 6 mil dólares.

Segundo os organizadores, as startups selecionadas têm o poder de ajudar a fazer a diferença na vida das pessoas que vivem sob regras estritas, e é por isso que o programa oferece formação e financiamento para ajudar a reforçar as suas soluções.