Facebook une forças com Eutelsat para expandir a conectividade WiFi em toda a África Subsaariana - MenosFios
Logotipo oficial do MenosFios

A Eutelsat Communications está a expandir o seu uso da plataforma Express WiFi em parceria com o Facebook para fornecer serviços de banda larga via satélite em várias regiões da África Subsaariana.

Com o Express Wi-Fi, a Eutelsat visa conectar milhares de pessoas em comunidades rurais e carentes que abrangem a República Democrática do Congo (RDC), a Nigéria, Costa do Marfim, Tanzânia, Uganda, Zâmbia, Quénia, Madagascar, África do Sul, Camarões, Gana e Zimbábue.

O Express Wi-Fi é uma plataforma desenvolvida pela Facebook Connectivity que permite que os parceiros criem, cresçam e monetizem os seus negócios WiFi de forma escalonável, ao mesmo tempo que fornece aos clientes acesso rápido, acessível e confiável à Internet. O Wi-Fi expresso é usado em mais de 30 países, incluindo vários mercados asiáticos, sul-americanos e africanos, e ajuda milhões de pessoas a se conectarem por Wi-Fi.

Philippe Baudrier, executivo da Eutelsat Konect Africa: “estamos muito satisfeitos com a parceria com o Facebook neste ambicioso esquema, que visa colocar mais pessoas online nas áreas mais carentes da África Subsaariana. Esta iniciativa é o exemplo perfeito do poder da conectividade por satélite para reduzir a exclusão digital, com benefícios económicos e sociais inigualáveis. Estamos orgulhosos mais uma vez em alavancar a cobertura incomparável do EUTELSAT KONNECT para atender a essa demanda crescente. ”

“No Facebook, estamos empenhados em trabalhar com os parceiros para ajudar a expandir a conectividade na África Subsaariana, que continua a ser a região com a maior lacuna de cobertura”, disse Fargani Tambeayuk, Chefe de Política de Conectividade para a África Subsaariana do Facebook .

“A conectividade é essencial para garantir o acesso a empregos, educação, saúde e muito mais. Estamos orgulhosos da parceria com a Eutelsat para combinar o poder da plataforma Express Wi-Fi e EUTELSAT KONNECT, com o objectivo de aumentar a cobertura de banda larga via satélite em áreas rurais e carentes da África Subsaariana. ”